O Delta do Okavango



Founder
Jeff Cammack
  Contact
  
  Twitter
Se quiser experienciar a mais rica e diversificada vida selvagem e ecossistema que possa imaginar, o Delta do Okavango é o único lugar para tal. É comovente, misterioso, gentil, puro e selvagem. Conhecido também como o Pântano do Okavango (embora esta não seja uma descrição fiel às suas maravilhas), este é o maior sistema de águas interiores do mundo. O Delta é formado pelo rio Okavango, que se esvazia no grande Deserto de Kalahari, onde outrora existira um antigo lago, formando um oásis selvagem em uma paisagem agreste. A Botsuana é exuberante e verde, mas, escusado será dizer, os desertos circundantes não o são.O coração do rio começa em Angola, onde flui através da Namíbia, um país semidesértico, onde finalmente entra na Botsuana e se torna no Delta do Okavango. O Delta é um labirinto de lagoas, lagos e ilhas ocultas, a maioria das quais desaparecem ou frequentemente mudam de forma todos os anos por causa das enchentes anuais. A água do Delta é surpreendentemente limpa, mesmo cristalina em determinados lugares onde os animais não pastam. Cobrindo uma área de 17.000 quilômetros quadrados, a vida selvagem é atraída para as águas vivas como se estas fossem um ímã.

Espere ver grandes manadas de elefantes brincando na água para escapar do calor do sol e hipopótamos descansando na rede de ilhas verdes. Os crocodilos se escondem nas margens do rio e em águas rasas para esperar a sua próxima refeição. O início da manhã e o final da noite são as alturas mais movimentadas no mato. Os leões preferem caçar antes das horas mais quentes do dia, seguidos de perto pelas covardes hienas, enquanto que os tímidos leopardos esperam pela cobertura da noite. Enormes manadas de zebras, gnus e búfalos percorrem as planícies de forma totalmente livre. Mais de 400 espécies de aves podem ser observadas no delta, inclusive a águia-pescadora. Ver esta rainha dos céus africanos provocará arrepios na sua espinha.

A melhor altura para ver animais selvagens é entre maio e outubro, quando os animais se concentram mais ao longo das áreas alagadas, uma vez que a vegetação começa a secar no inverno. Os entusiastas pela avifauna, no entanto, devem fazer a sua visita na estação chuvosa, de novembro a abril, quando as aves migratórias regressam aos seus lares.

Quando se trata de entretenimento, poderá ser entretido por uma infinidade de opções. As atividades e excursões de safári são, como é óbvio, a especialidade principal do Delta. Os tipicamente tradicionais veículos de todo o terreno (4×4) são utilizados em terra firme, sendo os passeios na reserva natural os favoritos. Os safáris a pé podem ser reservados com um guia altamente treinado e experiente. Esta é provavelmente a forma mais emocionante de experienciar a vida selvagem, através do exercício de perseguição e rastreamento. A observação da vida selvagem também pode ser feita através de aeronaves ligeiras, mas a maneira mais original de explorar a região é no costado de um elefante no Acampamento Abu.

As viagens através de mokoro também proporcionam uma experiência deveras autêntica. Mokoro é uma canoa de madeira que flutua um pouco acima do nível da água. A canoa é dirigida através da água pelo seu guia, o colocando ridiculamente perto de hipopótamos e crocodilos. Esta viagem não é para os tímidos! A pesca não é a grande atração do Okavango, mas há uma boa quantidade de peixe a ser capturado, inclusive o teimoso peixe-tigre. A pesca pode ser feita em qualquer lugar, mas se tentar apanhar os peixes graúdos, o melhor é alugar um barco e percorrer as águas mais profundas do norte, conhecidas como Panhandle.

O Delta do Okavango é o lar de muitos campos de safári e lodges de luxo. No entanto, a maioria destes não pode ser alcançada por via rodoviária, mas através de um voo fretado com partida em Maun. Saiba que o Okavango não é adequado para o viajante com um orçamento limitado. O governo da Botsuana pretende manter a região tão selvagem e pura quanto possível, inclusive livre da poluição e, em especial, da população em massa. A única forma de alcançar esse objetivo é fazer a viagem tão cara quanto possível. A Air Botswana é a única transportadora que proporciona voos para Maun, que, por sua vez, é o único meio de acesso ao Delta, e as tarifas são deveras extravagantes. Todavia, esta é uma política que funciona muito bem. O Delta continua sendo um paraíso de uma indescritível beleza, ainda intocado pelo contato humano.


Estou interessado

Ou ligue + 27 (0) 21 880 0105

Estou interessado

Ou ligue + 27 (0) 21 880 0105